20 Mai 2018

Prova Digital para Flexografia

       No fluxo de trabalho de imagens digitais, entre a captura e a impressão, geralmente um documento é processado por uma série de equipamentos e operadores. Devido às diferenças na forma como os equipamentos apresentam, processam e reproduzem as cores, pode haver igualmente diferenças entre os documentos originais e os reproduzidos. Além disso, os fatores humanos também têm impacto, pois pequenas alterações efectuadas por um operador podem resultar em grandes discrepâncias no fim do processo.

       De uma maneira geral, a prova consiste num contrato entre o cliente e a tipografia para imprimir unicamente depois de um documento partilhado, chamado prova, ter sido criado e aprovado. A prova é considerada representativa do resultado final pretendido e pode ser utilizada como referência para avaliar a produção impressa.

       Se o produto final do processo de impressão estiver suficientemente próximo da prova, é considerado contratualmente aceitável. Por outro lado, se existirem discrepâncias significativas entre as impressões e a prova, a sua resolução é da responsabilidade da tipografia.

       Este método é chamado de prova física ou prova contratual, pois a prova serve de referência contratual e porque na maioria das vezes toma a forma de uma prova tangível e laminada, considerada suficientemente boa para antever as cores da impressão.

       Infelizmente, o método acima descrito revela-se muitas vezes inconveniente: as impressoras podem estar em mais do que um local remoto, os custos e o tempo de produção da prova física podem ser demasiado altos. No entanto, existe um método de prova alternativo, chamado PROVA DIGITAL, que representa uma alternativa financeiramente superior à mais cara e morosa prova física.

       A principal diferença entre a prova digital e a prova física é que na primeira o documento de referência não necessita passar por todo o processo de impressão, economizando tempo, insumos e mão de obra especializada. No sistema de prova digital o documento é impresso por uma impressora digital em alguns instantes logo após a vizualização num monitor de computador. Estas vantagens oferecem um maior grau de satisfação do cliente, previsibilidade e consistência.

       Devido ao fato das provas flexográficas necessitarem de impressão com fundo branco, a Epson projetou especificamente Stylus Pro WT7900, que incorpora alta tecnologia em resolução para jato de tinta - incluindo a tecnologia UltraChrome HDR Ink Branca.

CARACTERÍSTICAS:

• Provas com excelente qualidade de impressão e altíssima definição necessária para simulação de pontos de reticula;

• Reprodução de ampla gama de cores (Laranja e Verde aumentam a gama de cores para simulação dos Pantones);

• Simulação de retículas de flexografia;

• Algoritmos calculam exatamente o tamanho e posição dos pontos, resultando num formato de gota perfeita;

• Impressão de branco (inclusive degrades);

• Sistema de impressão em superfície e impressão reversa;

• Impressão direta com tinta a base d’água;

• Provas certificadas pela ISO 12647;

• Não necessita de manutenção diária;

• Sensor de verificação dos jatos (realiza a limpeza automática somente dos injetores obstruídos).